Saúde de Cuiabá emite alerta para aumento de casos de Influenza


Fonte: G1

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá por meio do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) emitiu neste domingo (26) um alerta para o aumento dos casos de Influenza e busca dos serviços de saúde em Cuiabá no mês de dezembro.

Dados do sistema E-sus Municipal apontam um aumento de 24,98% no atendimento de doenças relacionadas ao aparelho respiratório nas unidades de Atenção Básica em dezembro, quando comparado aos atendimentos de novembro, na capital. A gripe, ou influenza sazonal, é uma infecção respiratória aguda, causada pelos vírus A, B, C e D.

O vírus A está associado a epidemias, tem comportamento sazonal, cujo aumento de casos ocorre nas estações mais frias.


  • Secretaria de Saúde confirma três casos de H3N2 em Cuiabá


Apresenta febre, calafrios, mal-estar, dor de cabeça, dor no corpo, falta de ar, dor na garganta, dor nas juntas, fraqueza, secreção nasal excessiva e tosse seca, podendo ter ainda diarréia, vômitos, fadiga, rouquidão, olhos vermelhos e lacrimejantes.

A febre (temperatura igual ou superior a 37,8°C) é o sintoma mais importante e tem duração em torno de 2 ou 3 dias e normalizando em torno do sexto dia de evolução. Algumas condições possuem maior risco de desenvolver complicações:


  • Idade acima de 60 anos ou abaixo de 2 anos;

  • Gestantes em qualquer idade gestacional e puérperas;

  • População indígena aldeada;

  • E indivíduos com doença crônica.


Para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como o vírus Influenza, a melhor maneira de se prevenir contra a doença é os vacinar-se anualmente, principalmente os grupos prioritários, e que sejam adotadas medidas gerais de prevenção e controle, tais como:


  • Frequente higienização das mãos;

  • Utilizar lenço descartável para higiene do nariz;

  • Cobrir nariz e boca quando espirrar e/ou tossir e higienizar as mãos após tossir e/ou espirrar;

  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos e/ou garrafas;

  • Evitar contato próximo à pessoas que apresentem sinais ou sintomas da Influenza;

  • Evitar sair de casa em período de transmissão da doença;

  • Evitar aglomerações e ambientes fechados;

  • Manter os ambientes bem ventilados;

  • Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.


O serviço de saúde deve ser procurado imediatamente caso apresente algum desses sintomas: Dificuldade para respirar;

  • Lábios com coloração azulada ou arroxeada;

  • Dor ou pressão abdominal ou no peito;

  • Tontura, vertigem ou confusão mental;

  • Vômito persistente;

  • Convulsão e/ou

  • demais sintomas em quadro de agravamento.

0 comentário