Prefeitura de MT anuncia show de Patati e Patatá que não estava previsto


fonte:G1

O que era para ser uma apresentação pequena na escola com os palhaços Patati e Patatá no município de Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá, se transformou em uma polêmica envolvendo os artistas e a gestão pública.

Durante cinco dias, a cidade estava promovendo várias atrações musicais para celebrar os 41 anos do município. A prefeitura anunciou nas redes sociais que, no sábado (4), haveria um show com os palhaços Patati e Patatá.

Porém, essa atração não estava prevista no contrato e pegou os palhaços de surpresa.

Nesta terça-feira (7), a prefeitura informou, em nota, que houve um erro de interpretação e admitiram que não havia sido combinado um show com os artistas, mas somente uma apresentação do material didático para ser divulgado em uma escola da cidade.

A prefeitura ainda disse que irá marcar uma nova data para a apresentação desse material às crianças do colégio.

Os artistas chegaram na cidade e foram encaminhados até o palco, onde o público infantil aguardava ansioso e cheios de expectativa.

Para um show da dupla, era necessário todo um aparato cenográfico, e como a ação não estava prevista, não havia nenhuma estrutura.

Mesmo assim, a dupla cantou 4 músicas para o público para não frustrar as crianças.

A rápida aparição dos palhaços gerou indignação por parte da população e até mesmo o locutor do evento puxou uma vaia com a plateia contra os palhaços.

No comunicado divulgado pela prefeitura, a gestão reconhece o erro e pediu desculpas à marca dos palhaços e ao público.

"Reiteramos nosso pedido de desculpas ao Patati Patatá por toda a confusão e aproveitamos para reforçar nosso respeito e admiração pela marca", disse, em nota.


A empresa Rinaldi Produções, dona da marca dos palhaços, esclareceu que todo o material didático de apoio ao ensino foi entregue ao município ainda no mês de maio.

Em nota, a empresa disse que os palhaços foram pegos de surpresa ao chegarem na cidade, uma vez que o combinado era para a dupla tirar fotos em um ambiente escolar, com um grupo de professores e alunos, e não para serem levados até uma praça pública diante de uma multidão.

"Ao chegarem na cidade para realizarem a participação no projeto pedagógico, a dupla foi surpreendida por toda esta situação, inclusive sequer tinham os componentes necessários para um show deste porte, que inclui cenários lúdicos, adereços cenográficos, equipamentos técnicos de som e iluminação, ballet e outros personagens que compõem o espetáculo", disse.

Para o vereador do município, Silvio Dutra (PP), a admissão da prefeitura pelo erro comprova a natureza política da ação.

"Uma nota de desculpa deles [prefeitura] reconhecendo o erro. Para mim, o prefeito agiu politicamente para vaiar a marca Patati e Patatá, uma irresponsabilidade sem precedentes. É complicado. Foi uma atitude política e populista por parte da gestão e não poderia ter acontecido", afirmou.

0 comentário