Operação cumpre 25 mandados contra investigados por roubo de fertilizantes em MT


fonte:G1

Uma operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco-MT), Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Polícia Militar, nesta quarta-feira (27), cumpre 25 mandados contra investigados pelos crimes de furto, roubo, estelionato e desvio de carregamentos de fertilizantes agrícolas.

As ações são realizadas na região de Rondonópolis e Cáceres, em Mato Grosso, e em São Gabriel do Oeste e Dourados, em Mato Grosso do Sul. De acordo com a polícia, são 21 mandados de busca e apreensão pessoal e domiciliar e quatro de prisão preventiva. Também há uma determinação da Sétima Vara Judicial Criminal de Cuiabá para sequestro e bloqueio de bens.

De acordo com o Gaeco, os criminosos agiam de várias maneiras para roubar fertilizantes. Na maioria das vezes, os crimes ocorriam quando o produto ainda estava na posse de motoristas, que também eram cooptados para a prática.

Em seguida, a carga era trocada por material adulterado para ser entregue aos produtores rurais que haviam comprado o produto.

A operação foi nomeada de ‘Placebo’ devido à simulação feita pelos criminosos para trocar a carga.

Conforme as investigações, com o material original nas mãos, os suspeitos novamente o adulterava e multiplicava, adicionando produtos de baixa ou nenhuma qualidade, sendo posteriormente revendido a outros produtores rurais como fertilizante agrícola legítimo.

O prejuízo causado pelos crimes investigados, somente em 2019, é de mais de R$ 39 milhões, segundo levantamentos parciais realizados pelas empresas de transporte, agenciamento, produção e comercialização de fertilizantes agrícolas.

Ainda segundo o Gaeco, várias empresas atuavam como verdadeiras “fabricantes” de nota fiscal, com a finalidade de legalizar a entrada do produto em estoque, sendo que essas empresas ainda eram utilizadas para emissão de notas fiscais de venda e transporte do material subtraído, com aparência de produto legal.

0 comentário