MT registra aumento de 56% no número de mortes por Covid-19 em uma semana


Fonte: G1

O número de mortes por Covid-19 em Mato Grosso teve um aumento de 56% em uma semana. Entre os dias 21 e 28 de janeiro foram 82 mortes e entre os dias 28 até esta sexta-feira (4) foram 128 mortes pelo vírus. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Desde o começo de janeiro, os casos de Covid-19 vêm aumentando por causa da nova variante ômicron. Com isso, as internações e o número de mortes também cresceu. No dia 28 de janeiro o estado chegou a ter mais de 5 mil novos casos do vírus em 24 horas. Esse número não era registrado desde a segunda onda da doença em março do ano passado. De acordo com a SES, nesta sexta-feira (4) foram registradas 26 mortes pelo novo coronavírus e 4.887 novas confirmações.

Desde o início da pandemia foram registrados 648.766 casos de Covid-19 em Mato Grosso e 14.389 mortes em decorrência do coronavírus.

Dos 648.766 casos confirmados, 31.148 estão em isolamento domiciliar e 602.140 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados, há 222 internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) públicas e 187 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 77,89% para UTIs adulto e 40% para enfermaria adulta.



Já a taxa de UTI pediátrica está em 60%. O estado possui 10 leitos de UTI para crianças com Covid e há apenas quatro disponíveis.

O primeiro pico da doença foi registrado em julho de 2020 quando 1.213 pessoas morreram em decorrência do vírus. Naquele momento, o número de casos havia quadruplicado se comparado ao mês de junho de 2020.

Já o segundo pico foi registrado em março do ano passado. O mês foi o mais letal em Mato Grosso, registrando 1.843 mortes. No dia 22 de março, o estado teve o maior número de mortes em 24 horas desde o início da pandemia: foram 125 óbitos confirmados, média de 1 morte a cada 12 minutos.

Os casos da doença diminuíram no ano passado com o avanço da vacinação, mas, após o surgimento de novas variantes, voltaram a subir.

Aumento nas internações

O número de pacientes internados com o novo coronavírus mais que triplicou em janeiro deste ano.

De acordo com o boletim da SES, no dia 3 de janeiro, o estado tinha 244 pacientes internados em leitos de UTI e enfermarias do Sistema Único de Saúde (SUS) e, na quinta-feira (3), eram 879.

0 comentário