Motorista que destruiu cruzes ingeriu bebida alcoólica durante horas enquanto planejava ação


FONTE:G1

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a conduta do motorista que de forma intencional invadiu o canteiro central da Avenida do CPA, em Cuiabá, e destruiu uma manifestação pacífica em homenagem aos mortos pela Covid-19.

Câmeras registraram o momento anterior a ação. O motorista que conduzia o veículo de cor vermelha já foi identificado e responderá por direção perigosa, direção sob a influência de álcool, além do crime de dano.

O fato ocorreu durante a madrugada de segunda-feira (25), quando voluntários do Observatório Social de Mato Grosso fizeram um protesto pacífico de combate à corrupção, fincando cruzes pintadas de preto com balões vermelhos em homenagem às vítimas da Covid-19, no canteiro central da avenida.

Após o término da montagem, o motorista que estava com veículo estacionado do lado direito da avenida, em um trailer de lanches, subiu com o carro no canteiro central da via, passando por cima de várias cruzes, vandalizando a manifestação e em seguida saindo em alta velocidade.

O boletim de ocorrência foi registrado na manhã de terça-feira (26), e imediatamente após a comunicação, a equipe da Deletran iniciou as diligências para apurar a autoria das fatos.

Através de imagens de câmeras de segurança foi possível verificar que o suspeito parou no trailer de lanches, próximo a um posto de combustível, por volta das 03h30 e ficou ingerindo bebida alcoólica no local até o início da manhã.

Segundo o delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, nas duas horas em que ficou ingerindo bebida alcoólica no local, o suspeito ficou observando os voluntários montarem o protesto pacífico e possivelmente arquitetando a conduta criminosa.

O inquérito policial foi instaurado para apurar os crimes de direção perigosa, direção sob influência de álcool e também o dano. O veículo já foi identificado e os policiais da Deletran trabalham para localizar o suspeito que será intimado para prestar esclarecimentos na unidade especializada.

478 visualizações0 comentário