Mesmo com liminar, jovem não consegue transferência e morre no PS/VG


Fonte: vgnoticias

O jovem Elias Silva Lima, 27 anos, não resistiu aos ferimentos causados pelo atropelamento que sofreu em 10 de outubro, no bairro Novo Mundo, em Várzea Grande, e morreu na madrugada desta terça-feira (19.10). Ele estava intubado e aguardava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Várzea Grande por uma cirurgia na coluna. Elias corria o risco de ficar paraplégico. Segundo a amiga da família, Rafhaela, eles tinham uma liminar que autorizava a transferência com urgência do jovem para um hospital público apto a realizar a cirurgia que Elias necessitava, mas acabou não dando tempo.

“Ante o exposto, defiro, em parte, a tutela de urgência antecipada determinando que o(s) Requerido(s) realize(m) imediatamente a transferência da parte Autora para Unidade de Terapia Intensiva – UTI (conforme indicação médica anexa), devendo ser transferido para hospital da rede pública de saúde apto a tratar da patologia que a acomete, tendo-se como prioridade os locais mais próximos da cidade onde se encontra o paciente, para que o deslocamento tenha o menor desgaste possível, bem como a utilização do meio de transporte adequado à dimensão da enfermidade”, diz trecho do pedido de liminar.

Os irmãos foram atropelados por um veículo em alta velocidade que fugiu do local sem prestar socorro às vítimas. Na ocasião, Elias bateu o rosto no meio-fio e fraturou a coluna, clavícula e a perna, também teve pneumotórax no lado direto.

A irmã segue internada na mesma unidade de saúde aguardando por uma cirurgia. Ela teve fratura de tíbia e fíbula.


0 comentário