Manifestação de caminhoneiros nas BRs continua em MT; veja pontos interditados


Fonte: Repórter MT

Dezenas de caminhoneiros e manifestantes que apoiam o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), e querem a saída de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), continuam bloqueando diversos trechos de rodovias federais em Mato Grosso, nesta quinta-feira (9).

As manifestações vêm ganhando força com o apoio da população, que estaria começando a se unir aos caminhoneiros nas rodovias. Também estaria nas reivindicações a mudança da urna eletrônica para o voto impresso no Brasil.

A Rota do Oeste e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que estão monitorando os protestos, informaram que existem bloqueios nas BRs 163, 364, 070 e 158 (veja os pontos abaixo).

Nesses locais, está sendo permitida a passagem automóveis, ambulâncias, ônibus e veículos de cargas vivas e perecíveis. As interdições não têm previsão para ter fim.


Veja lista dos bloqueios:

O ponto de manifestação na BR-364 acontece no km 396, em Cuiabá.

Na BR-163, temos os bloqueios no km 593 e km 601 no município de Nova Mutum (264 km de Cuiabá), km 687 em Lucas do Rio Verde (354 km de Cuiabá), km 745 em Sorriso (420 km de Cuiabá) e no km 821 na cidade de Sinop (500 km de Cuiabá).

Já na BR-070 o bloqueio acontece no km 517 na cidade de Várzea Grande, km 272 em Primavera do Leste (231 km de Cuiabá) e nos kms 376 e 383 em Campo Verde (131 km de Cuiabá).

Na BR-158 o ponto de manifestação acontece na cidade de Confresa (1.160 km de Cuiabá).

Confusão na BR

Na quarta-feira (8) a PRF em conjunto com a Polícia Militar teve que acabar com um ponto de manifestação no km 202 na BR-364, após uma carreta ser apedrejada pelo manifestante ao se recusar a aderir à paralisação.

Essa mesma situação tinha acontecido no dia anterior.

0 comentário