IPHAN discute reavaliação do modo de fazer da Viola de Cocho com artesãos


Fonte: culturavarzeagrande

Representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) participam de uma rodada de conversas com a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), Conselho Municipal de Cultura de Várzea Grande e artesãos que produzem a Viola de Cocho. Na reunião será discutida a reavaliação do modo de fazer da Viola de Cocho de Mato Grosso para a Revalidação do seu título de Patrimônio Cultural do Brasil. O Modo de Fazer Viola de Cocho foi um dos primeiros bens culturais imateriais a serem reconhecidos pelo Iphan a partir do Decreto 3.551 de agosto de 2000, o qual instituiu o Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial. Nesta quarta-feira, (20), a rodada de conversas será realizada durante a Exposição AMF MT Cultura e Tradições, no Shopping Várzea Grande. As discussões serão conduzidas pelo antropólogo Francismario Vito (IPHAN), Maria Bárbara Guimarães, coordenadora de Preservação do Patrimônio Histórico e Museológico da Secel-MT, o superintendente de Cultura de Várzea Grande, Joilson Marcos, o presidente do Conselho Municipal de Cultura de Várzea Grande, Wanderson Magalhães e demais participantes. O Registro do modo de fazer a Viola de Cocho ocorreu em 14 de janeiro de 2005 e consta no Livro dos Saberes. A sua candidatura foi apresentada em 2003 pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP), instituição responsável pelo Inventário Nacional de Referências Culturais e proponente do Registro, sendo acompanhado de abaixo-assinados com anuência dos detentores do bem cultural no Estado de Mato Grosso. De acordo com o IPHAN, o Modo de Fazer Viola de Cocho em Mato Grosso apresenta maior incidência em alguns municípios que fazem parte da região da Baixada Cuiabana, como: Diamantino, Nobres, Rosário Oeste, Jangada, Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio do Leverger, Barão de Melgaço e Poconé. Os materiais usados para a confecção da viola de cocho, esculpida em uma peça integral de madeira, incluem o fio de algodão e a tripa de animais, entre outros. A viola de cocho é um instrumento musical singular quanto à forma e sonoridade, produzido exclusivamente de forma artesanal, com a utilização de matérias-primas existentes na região Centro-Oeste do Brasil. Sua produção é realizada por mestres cururueiros, tanto para uso próprio como para atender à demanda do mercado local, constituída por cururueiros e mestres da dança do siriri. Em 2005 o Modo de Fazer a Viola de Cocho foi registrado no Livro dos Saberes.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo