Enquete: mais de 60% da população diz que não consegue adotar as medidas de economia de energia pedi


Fonte:G1

A maioria do público que votou na enquete lançada G1 Mato Grosso, nesta quarta-feira (1°), disse que não consegue adotar as medidas de economia de energia pedidas pelo governo federal.

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro há cerca de uma semana orienta os consumidores a evitar colocar o termostato do chuveiro na potência máxima, não ligar o ferro elétrico para passar pouca quantidade de roupas, entre outras medidas. Na enquete, 60,1% da população disse que não consegue seguir essas medidas e 39,99% afirmou que consegue. A partir desta quarta-feira, a conta de energia elétrica fica mais cara. Entrou em vigor a bandeira tarifária de escassez hídrica, no valor de R$ 14,20 a cada 100 kW/h. A nova bandeira vai até abril do ano que vem. Na prática, as contas de luz vão ficar quase 7% mais caras. O desafio agora do consumidor é economizar, mesmo em época de estiagem e calor intenso. O país enfrenta a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Os reservatórios do Sudeste e do Centro-Oeste, que respondem por 70% da geração de energia do país, estão com uma média de 23% da capacidade de armazenamento, nível menor que o registrado em agosto de 2001, quando o país enfrentou racionamento de energia.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo