Em 'trote do bem', calouros da UFMT arrecadam doações para ajudar ONGs que resgatam animais das ruas


Fonte: G1

Em um "trote solidário", os estudantes do curso de medicina veterinária da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) estão arrecadando doações para ajudar organizações de proteção animal, que atuam no resgate de animais abandonados nas ruas de Cuiabá.

A iniciativa, que começou nesta segunda-feira (25), faz parte da "semana de acolhimento do calouro". A campanha recebe doações até essa sexta-feira (29) e atende a Associação Mato-grossense Protetora dos Animais (Apam) e o Projeto Lunaar, que ajudam os animais em situação de rua na capital. De acordo com a estudante Jhessika Neves Oliveira, de 24 anos, o Centro Acadêmico de Medicina Veterinária decidiu lançar esse desafio para os novos estudantes que iniciam o semestre na UFMT neste mês "Para aproveitar a energia deles resolvemos lançar esse desafio para ajudar as ONGs pois sabemos a importância de valores monetários para elas. Todo início de semestre temos várias atividades com os calouros. E nada melhor que um " trote do bem", contou.

Os calouros devem publicar em todas as redes sociais o banner da campanha para tentar conseguir o maior número de doações. O calouro que se destacar ganhará um prêmio surpresa, que será entregue pelo Centro Acadêmico de forma presencial.

No total, 30 alunos estão participando da ação e a as ONGs já estão conseguindo retorno dos doadores. A contagem dos valores será feita no sábado (30).

De acordo com Jhessika, o curso possui uma tradição de todo semestre ajudar uma associação, levando ração e dando banho nos animais, mas que, na pandemia, essas ações foram suspensas.

"Foi uma forma de poder ajudar as ONGs mesmo estando ainda no ensino remoto. Fora da pandemia havia a tradição de passar um dia ajudando alguma ONG, dando banho nos animais, limpando os abrigos, levando ração pra eles. Infelizmente, não podemos fazer isso ainda, mas nem por isso deixaremos de ajudar".

0 comentário