Eleição OAB: Oposição se fortalece com apoio de ex-presidentes e ex-candidatos


FONTE:PORTALMATOGROSSO

Esse ano haverá novas eleições para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, como são indiretas, a escolha dos dirigentes nacionais da entidade passa obrigatoriamente pelas eleições dos Estados.

Os eleitos nas seccionais estaduais vão eleger os Conselheiros Federais, que por sua vez, elegem o presidente nacional da OAB.

Ao contrário de 2018, quando não houve disputa – o atual presidente Leonardo Pio de Campos foi reeleito em chapa única para o comando da OAB no triênio 2019-2021, este ano os oposicionistas das eleições anteriores estão se organizando para montar um grupo forte.

Aqui em Mato Grosso quem lidera a oposição é o advogado Pedro Paulo Peixoto, que também é administrador e professor e tem qualidades como humildade, simplicidade, firmeza e determinação, consideradas por seus pares como admiráveis. Essas qualidade tem atraído a atenção de ex-candidatos, como Dr. Fábio Capilé, que teve 1.357 votos nas eleições anteriores e já anunciou sua adesão à pré candidatura de Pedro Paulo; além do ex-presidentes da OAB/MT, Maurício Aude (gestão 2013/2015), que obteve 2.870 votos.

“Essas adesões extemporâneas são muito gratificantes e nos dão a certeza de que estamos no caminho certo. O ex-presidente Aude, por exemplo, é muito respeitado pela classe, fez uma gestão extraordinária e nunca se desligou dos anseios e das necessidades dos advogados de Mato Grosso. Fábio Capilé, é outro nome que tem contribuído muito com o projeto de construção de uma seccional da Ordem, que seja mais democrática e participativa. Além disso, contamos com a participação de advogados que militam na administração pública, na iniciativa privada, Defensores Públicos, Procuradores de Estado, Procuradores de Município, além de profissionais advogados que também são professores universitários e têm nos manifestado compromisso com a construção desse projeto que não é só eu, mas coletivo”, Explica Pedro Paulo, lembrando que essas eleições que serão realizadas em novembro muito disputadas e vão chamar a atenção da população. “A OAB/MT além de ser uma instituição de classe, é muito importante para a sociedade e para a manutenção da democracia no país.

0 comentário