Defesa Civil emite alerta de perigo para tempestades em 47 cidades de MT


Fonte: G1

A Defesa Civil Estadual emitiu nesta terça-feira (15), alerta na cor laranja que indica perigo para tempestade em 47 munícipios do estado. Pode haver chuvas de 30 a 60 mm/h, além de ventania de 60 a 100 km por hora, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

As intensas chuvas continuam predominando em Mato Grosso e com previsão de maior volume nas regiões Sudeste, Sudoeste, Norte e Centro-Sul. Os municípios são:

  1. Alto Garças

  2. Araputanga

  3. Aripuanã

  4. Barão de Melgaço

  5. Barra do Bugres

  6. Brasnorte

  7. Cáceres

  8. Campo Novo do Parecis

  9. Campos de Júlio

  10. Castanheira

  11. Colniza

  12. Comodoro

  13. Conquista D'Oeste

  14. Cotriguaçu

  15. Curvelândia

  16. Diamantino

  17. Figueirópolis D'Oeste

  18. Glória D'Oeste

  19. Indiavaí

  20. Itiquira

  21. Jauru

  22. Juína

  23. Juruena

  24. Lambari D'Oeste

  25. Mirassol d'Oeste

  26. Nossa Senhora do Livramento

  27. Nova Lacerda

  28. Nova Marilândia

  29. Nova Olímpia

  30. Pedra Preta

  31. Poconé

  32. Pontes e Lacerda

  33. Porto Esperidião

  34. Porto Estrela

  35. Reserva do Cabaçal

  36. Rio Branco

  37. Rondolândia

  38. Rondonópolis

  39. Rosário Oeste

  40. Salto do Céu

  41. Santo Afonso

  42. Santo Antônio do Leverger

  43. São José dos Quatro Marcos

  44. Sapezal

  45. Tangará da Serra

  46. Vale de São Domingo

  47. Vila Bela da Santíssima Trindade

Conforme o superintendente de Proteção e Defesa Civil estadual, tenente-coronel BM Luís Cláudio Cruz, uma força-tarefa composta por servidores das prefeituras, agentes da Defesa Civil municipal e Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, está trabalhando para minimizar os impactos e os estragos causados pelas chuvas em todo o estado.


Relatórios da Defesal Civil já apontam que alguns municípios mato-grossenses já estão com situação de emergência declarada, como Água Boa, Confresa, Gaúcha do Norte, Luciara, Nova Bandeirantes, Paranatinga, Porto Alegre do Norte, Santa Terezinha, São Félix do Araguaia, Vila Bela da Santíssima Trindade e Vila Rica.

Com isso, essas cidades já podem ter acesso a recursos federais com mais facilidade para ações que minimizem os impactos de danos causados pelas chuvas.

0 comentário