Bomba de posto é interditada em Cuiabá.


Fonte: G1

A bomba de um posto de combustível em Cuiabá foi interditada nessa terça-feira (26), após os fiscais verificarem que a vazão era menor que o limite de tolerância, o que que levava a sair menos combustível da bomba do que era cobrado dos motoristas.

De acordo com o Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT), cinco postos da capital foram fiscalizados durante uma operação em parceria com a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decom). Segundo o Instituto, a irregularidade foi constada em um posto localizado na região do Parque Cuiabá. Um bico de combustível apresentou o problema e foi interditado para que seja sanada a irregularidade. Os fiscais informaram que também foi lavrado um auto de infração e efetuada multa para o proprietário do posto.

O posto deverá fazer a correção do equipamento e, assim que for solicitado, os fiscais voltam ao estabelecimento para avaliar se o bico está funcionando da forma correta, se confirmado, a interdição é suspensa.

Aumento no preço dos combustíveis

Mato Grosso é o estado com o maior aumento no preço do etanol nos postos, conforme dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O aumento foi de 5,22% entre os dias 17 e 23 de outubro.

O Procon informou que nesta quarta-feira (27) emitiu notificações aos postos de combustíveis sobre a elevação de preços, com fiscalizações no interior do estado, e que está acompanhando a situação para assegurar os direitos do consumidor. "O Procon tem realizado o acompanhamento constante da evolução dos preços de combustíveis e está autuando estabelecimentos que estejam se aproveitando dos aumentos anunciados para promover elevações de preço sem justa causa. O novo aumento também está sendo monitorado", diz.

Os dados apontam que, entre a semana do dia 10 a 16 de outubro, o preço médio do etanol estava na média de R$ 4,59 por litro nos postos de combustíveis de Mato Grosso. Uma semana depois, dos dias 17 a 23, o preço médio foi para R$ 4,83 por litro. Um aumento de R$ 0,24.







0 comentário