Após cobrança de Claudinei, Seduc paga salários atrasados dos servidores de Rondonópolis


fonte:ALMT

Ao receber denúncias de profissionais da educação de Rondonópolis que estariam sem receber salários, o deputado estadual Delegado Claudinei (PL) apresentou o Requerimento n.º 260/2022 para a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc), no dia 13 de abril, em sessão plenária, na Assembleia Legislativa. Na matéria, ele solicitou esclarecimentos sobre o atraso no pagamento aos servidores da Escola Estadual Militar Dom Pedro II, em Rondonópolis.

No mesmo dia, a Seduc encaminhou nota para informar que havia efetuado o pagamento da folha complementar, referente ao mês de março de 2022, e esclareceu que verificou as inconsistências existentes e providenciou a implantação dos referidos contratos. “Havíamos apresentado esse requerimento para que prestassem informações, em caráter de urgência, em relação aos atrasos e recebemos o retorno no mesmo dia. Os funcionários estavam sem receber e era preciso regularizar essa situação o quanto antes, pois haviam parado as atividades e a comunidade escolar seria a única prejudicada nessa história”, lembra o parlamentar.

Os servidores da Dom Pedro II, como, também, de outras escolas estaduais de Rondonópolis estavam sem receber os salários e haviam parados as atividades entre os dias 11 a 13 de abril. “Foi feita a regularização do pagamento de março, mas tiveram professores que reclamaram que não recebiam desde fevereiro. Mas, continuaremos acompanhando essa situação de perto para não termos o risco de alunos ficarem sem aula”, explica Claudinei.

Além da paralisação das atividades em sala de aulas, cerca de 30 professores chegaram a fazer manifestação na cidade e, uma das queixas feitas por eles foi a de que o governo estadual não se posicionou sobre a situação.

Requerimento – Dentre as indagações feitas pelo deputado na proposição encaminhada ao Poder Executivo estadual, o parlamentar questionou sobre qual o motivo que do atraso dos pagamentos, os meses que a Seduc está pendente para a regularização e quitação, quais as providências para quitar a folha salarial e se existem outras unidades geridas pelo Estado que enfrentavam o mesmo caso.

Dom Pedro II – A Escola Militar, antiga Escola Estadual André Maggi, iniciou o primeiro ano letivo em Rondonópolis em fevereiro deste ano. Ela é gerida pelo II Comando Regional do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso (CBMMT).

A implantação dessa unidade de ensino cívico-militar faz parte da reivindicação do parlamentar - que é um defensor do ensino militar que prega a disciplina, o respeito ao próximo e o amor à pátria. Para isso, ele encaminhou a Indicação nº 6.641/2021 à Seduc.

0 comentário