Alerta de perigo potencial para temporais em 123 cidades de MT é emitido pelo Inmet


Fonte : G1

De acordo com o Inmet, nessas cidades, há chances de chover entre 20 e 30mm por hora ou até 50 mm por dia, e possibilidade de ventos intensos, entre 40 e 60 km por hora.

Essas cidades estão com o alerta amarelo. Há um baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja quais são os municípios:

  1. Água Boa

  2. Alta Floresta

  3. Alto Araguaia

  4. Alto Garças

  5. Alto Paraguai

  6. Alto Taquari

  7. Apiacás

  8. Araguainha

  9. Araputanga

  10. Arenápolis

  11. Aripuanã

  12. Barão de Melgaço

  13. Barra do Bugres

  14. Barra do Garças

  15. Brasnorte

  16. Cáceres

  17. Campinápolis

  18. Campo Novo do Parecis

  19. Campos de Júlio

  20. Campo Verde

  21. Canarana

  22. Carlinda

  23. Castanheira

  24. Chapada dos Guimarães

  25. Cláudia

  26. Colíder

  27. Colniza

  28. Comodoro

  29. Conquista D'Oeste

  30. Cotriguaçu

  31. Cuiabá

  32. Curvelândia

  33. Denise

  34. Diamantino

  35. Dom Aquino

  36. Feliz Natal

  37. Figueirópolis D'Oeste

  38. Gaúcha do Norte

  39. General Carneiro

  40. Glória D'Oeste

  41. Guarantã do Norte

  42. Guiratinga

  43. Indiavaí

  44. Ipiranga do Norte

  45. Itanhangá

  46. Itaúba

  47. Itiquira

  48. Jaciara

  49. Jangada

  50. Jauru

  51. Juara

  52. Juína

  53. Juruena

  54. Juscimeira

  55. Lambari D'Oeste

  56. Lucas do Rio Verde

  57. Marcelândia

  58. Matupá

  59. Mirassol d'Oeste

  60. Nobres

  61. Nortelândia

  62. Nossa Senhora do Livramento

  63. Nova Bandeirantes

  64. Nova Brasilândia

  65. Nova Canaã do Norte

  66. Nova Guarita

  67. Nova Lacerda

  68. Nova Marilândia

  69. Nova Maringá

  70. Nova Monte Verde

  71. Nova Mutum

  72. Nova Olímpia

  73. Nova Santa Helena

  74. Nova Ubiratã

  75. Nova Xavantina

  76. Novo Horizonte do Norte

  77. Novo Mundo

  78. Novo São Joaquim

  79. Paranaíta

  80. Paranatinga

  81. Pedra Preta

  82. Peixoto de Azevedo

  83. Planalto da Serra

  84. Poconé

  85. Pontal do Araguaia

  86. Ponte Branca

  87. Pontes e Lacerda

  88. Porto dos Gaúchos

  89. Porto Esperidião

  90. Porto Estrela

  91. Poxoréu

  92. Primavera do Leste

  93. Querência

  94. Reserva do Cabaçal

  95. Rio Branco

  96. Rondolândia

  97. Rondonópolis

  98. Rosário Oeste

  99. Salto do Céu

  100. Santa Carmem

  101. Santa Rita do Trivelato

  102. Santo Afonso

  103. Santo Antônio do Leste

  104. Santo Antônio do Leverger

  105. São Félix do Araguaia

  106. São José do Povo

  107. São José do Rio Claro

  108. São José dos Quatro Marcos

  109. São Pedro da Cipa

  110. Sapezal

  111. Sinop

  112. Sorriso

  113. Tabaporã

  114. Tangará da Serra

  115. Tapurah

  116. Terra Nova do Norte

  117. Tesouro

  118. Torixoréu

  119. União do Sul

  120. Vale de São Domingos

  121. Várzea Grande

  122. Vera

  123. Vila Bela da Santíssima Trindade




Segundo o superintendente de Proteção e Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Luís Cláudio Cruz, uma força-tarefa composta por servidores das prefeituras, agentes da defesa civil municipal e Corpo de Bombeiros Militar está trabalhando para minimizar os impactos e os estragos causados pelas chuvas.

Relatórios da Defesa Civil já apontam que alguns municípios mato-grossenses já estão com situação de emergência declarada.

Os alertas incluem risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.

O Inmet orienta:

  • Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

  • Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).


0 comentário